Terça-feira, 23 de Maio de 2006

O PE. HUMBERTO E A MORTE DA BEATA ALEXANDRINA

A gente pode imaginar um pouco da emoção vivida pelo Pe. Humberto, mesmo que esta situação não fosse inteiramente nova. Quando ele começou a dirigir a Alexandrina, viveu também um momento de autêntica revelação.

Mas ouçamos o final da narrativa:

  

Não dei a conhecer o que me ia no coração. Só pedi:

— Faça-me o favor de a convidar a vir à sacristia.

O pároco assim fez, tendo ficado na igreja enquanto ela vinha falar comigo. Não me enganara! Era real­mente a pessoa com quem eu desejava falar!

A meu pedido, repetiu-me a comunicação transmi­tida dias antes. Foi então que lhe expliquei quem era a Alexandrina. De rosto afogueado, ela ouvia-me cheia de interesse, mas evidentemente humilhada. A concluir a conversa, lembrou mais uma vez:

— Mas Nossa Se­nhora pediu para V. Rev.a não ficar triste..., e eu reza­rei por essa intenção.

Ditas estas palavras, retirou-se com o mesmo ar discreto e humilde com que entrara.

Foi no regresso a Turim que, de repente, me surgiu a ideia de escrever a biografia da Alexandrina. Fi-lo em oito meses, aproveitando o pouco tempo que as minhas pregações me deixavam livre e um período (dois meses) em que — providencialmente, sem que eu tenha feito qualquer diligência nesse sentido — os meus superiores me mandaram, como capelão, para a Casa de Saúde das Filhas de Maria Auxiliadora.

Nesses dois meses, então mais sossegado, pude dedi­car-me à consulta do abundante material escrito pela Alexandrina ou por ela ditado à Deolinda.

Quantas vezes eu não me senti desnorteado naquele imenso oceano de riquezas espirituais da Serva de Deus, sem encontrar a explicação de muita coisa que excedia as minhas possibilidades! Era então que voltavam à minha mente as palavras ouvidas na sacristia de Terras­sini:

«Espera-o um grande trabalho».

Meu Deus, como são misteriosos os vossos caminhos! E como é grande a Vossa bondade!

Publicado por Alexandrina de Balasar às 09:42

link da mensagem | Adicionar aos favoritos
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


- Pesquisar neste blog

 

- Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
19
21
22
23
24
26
27
28

- Mensagens recentes

- A ICONOGRAFIA DE CRISTO N...

- TRADUÇÃO PARA CHECO

- MAIS VÍTIMAS DA REPÚBLICA...

- RECENSÃO SOBRE O OPÚSCULO...

- A EDIÇÃO AMERICANA DO OPÚ...

- VÍTIMAS DA REPÚBLICA NA P...

- ICONOGRAFIA DE CRISTO

- OS PAÍSES QUE ESTÃO NO TO...

- O PÁROCO DA ALEXANDRINA N...

- RESPEITO DA ALEXANDRINA P...

- Arquivos

- Fevereiro 2010

- Janeiro 2010

- Dezembro 2009

- Novembro 2009

- Outubro 2009

- Setembro 2009

- Agosto 2009

- Julho 2009

- Junho 2009

- Maio 2009

- Abril 2009

- Março 2009

- Fevereiro 2009

- Janeiro 2009

- Dezembro 2008

- Novembro 2008

- Outubro 2008

- Setembro 2008

- Agosto 2008

- Julho 2008

- Junho 2008

- Maio 2008

- Abril 2008

- Março 2008

- Fevereiro 2008

- Janeiro 2008

- Dezembro 2007

- Novembro 2007

- Outubro 2007

- Setembro 2007

- Agosto 2007

- Julho 2007

- Junho 2007

- Maio 2007

- Abril 2007

- Março 2007

- Fevereiro 2007

- Janeiro 2007

- Dezembro 2006

- Novembro 2006

- Outubro 2006

- Setembro 2006

- Agosto 2006

- Julho 2006

- Junho 2006

- Maio 2006

- Links

- subscrever feeds