Domingo, 15 de Fevereiro de 2009

O NOSSO WEBMASTER NAS PÁGINAS DO “CORREIO DOS AÇORES”

Com o título de “Açoriano membro da Academia de Reims em França: Açores devem ser promovidos via net, diz Afonso Rocha”, publicou o Correio dos Açores, na edição de 25 de Janeiro, uma reportagem sobre o webmaster do Sítio Oficial. Transcrevemos de lá o que diz mais directamente respeito à nossa Beata e que vem após o subtítulo “Um arauto da Beata Alexandrina de Balasar”:


Para além da sua vida profissional e de estudioso de história, este terceirense veio a tornar-se um verdadeiro arauto do culto à Alexandrina de Balasar, que foi beatificada pelo Papa João Paulo II, no ano de 2004. Emigrado em França e depois de muito tempo em que deixou qualquer prática religiosa, acabou por ter um encontro que mudou a vida e que tornou público e qualquer pessoa pode ver consultando o site
http://alexandrinabalasar.free.fr/testemunho_pessoal.htm
Diz Afonso Rocha que “o meu entusiasmo por ela começou bem antes da sua beatificação: morava eu então na Alsácia, perto de Estrasburgo: pode datar-se de Abril ou Maio de 1983.
Sem contar os artigos escritos sobre ela para o Site oficial e para um jornal de língua francesa publicado na Suíça Stella Maris, traduzi para francês o seu volumoso Diário intitulado “Sentimentos da Alma” (5.000 páginas) para francês. Mas este trabalho nunca foi publicado.
Traduzi igualmente a biografia escrita pelo seu primeiro Director espiritual, o Padre Mariano Pinho, SJ.
A mesma coisa fiz para outra biografia, escrita esta pelo segundo Director espiritual da Beata, o Padre salesiano italiano Humberto Maria Pasquale”.
No ano 2000 criou um Site poliglota sobre a Beata Alexandrina, que muito depressa se tornou o mais importante e que esteve prestes a tornar-se mesmo o site oficial...: http://alexandrina.balasar.free.fr/
Depois de toda esta experiência e das grandes transformações verificadas na sua vida, Afonso Martins Rocha, referindo-se ao muito que tem escrito, afirma que “uma das minhas especialidades, se assim posso dizer, é a teologia ascética e mística e os meus trabalhos sobre a Beata Alexandrina, pretendem pôr em relevo certos carismas da mesma”.

A parte restante da reportagem é sobretudo de teor biográfico e também bibliográfico (os livros publicados pelo Afonso Rocha).
Publicado por Alexandrina de Balasar às 23:19

link da mensagem | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

- Pesquisar neste blog

 

- Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
19
21
22
23
24
26
27
28

- Mensagens recentes

- A ICONOGRAFIA DE CRISTO N...

- TRADUÇÃO PARA CHECO

- MAIS VÍTIMAS DA REPÚBLICA...

- RECENSÃO SOBRE O OPÚSCULO...

- A EDIÇÃO AMERICANA DO OPÚ...

- VÍTIMAS DA REPÚBLICA NA P...

- ICONOGRAFIA DE CRISTO

- OS PAÍSES QUE ESTÃO NO TO...

- O PÁROCO DA ALEXANDRINA N...

- RESPEITO DA ALEXANDRINA P...

- Arquivos

- Fevereiro 2010

- Janeiro 2010

- Dezembro 2009

- Novembro 2009

- Outubro 2009

- Setembro 2009

- Agosto 2009

- Julho 2009

- Junho 2009

- Maio 2009

- Abril 2009

- Março 2009

- Fevereiro 2009

- Janeiro 2009

- Dezembro 2008

- Novembro 2008

- Outubro 2008

- Setembro 2008

- Agosto 2008

- Julho 2008

- Junho 2008

- Maio 2008

- Abril 2008

- Março 2008

- Fevereiro 2008

- Janeiro 2008

- Dezembro 2007

- Novembro 2007

- Outubro 2007

- Setembro 2007

- Agosto 2007

- Julho 2007

- Junho 2007

- Maio 2007

- Abril 2007

- Março 2007

- Fevereiro 2007

- Janeiro 2007

- Dezembro 2006

- Novembro 2006

- Outubro 2006

- Setembro 2006

- Agosto 2006

- Julho 2006

- Junho 2006

- Maio 2006

- Links

- subscrever feeds