Terça-feira, 27 de Junho de 2006

ESTÁS TRANSFORMADA EM CRISTO

O texto que se segue é o capítulo X de Solo per Amore, o novo livro da Prof.ª Eugénia Signorile, cuja publicação continuamos a aguardar e que é uma espécie de versão reduzida da Figlia del Dolore Madre di Amore. É no capítulo X que vemos Jesus a elevar a nossa Beata aos cumes mais altos; são frases como as que abaixo se citam que nos dão a medida da sua grandeza verdadeiramente excepcional.

O título adoptado não corresponde ao de origem.

Todas as citações, à excepção de duas, foram conferidas pelo original português.

 

A Alexandrina, em jejum total, nutre-se agora só de Jesus: vive de Jesus Eucarístico e do seu divino Sangue. Mas mesmo espiritualmente está agora “fundida” com o seu Esposo, com o seu Tudo.

Jesus diz-lhe:

 

Minha filha, amor, amor, amor! O teu coração e o meu é um só: estás toda transformada em Mim. Eu sou a tua vida: não tens a vida humana, tens a vida divina. Não tens vida da Terra, vives a vida do Céu.

A tua vida terá sempre espinhos, um espinho penetrará outro espinho e, assim crucificada à minha semelhança, passarás ao Céu, cravada na cruz por amor de Mim.

 

A tua vida é vida de Cristo: vive Cristo transformado em ti.

Sobes o Calvário, porque não posso subi-lo Eu agora. Levas a cruz, porque não posso levá-la Eu também.

És um cordeirinho sacrificado e imolado. Dás a vida na maior das agonias, porque agora não posso Eu sofrer assim.

 

Jesus, enquanto lhe dá a gota do seu divino Sangue, diz-lhe:

 

Recebe-a, que bem dela necessita o teu corpo e a tua alma: é a tua vida, é a vida de Cristo Redentor.

E assim fica transformada a vida da crucificada na vida de Cristo Redentor, de Cristo crucificado.

 

A Alexandrina está bem consciente de não ser capaz de cumprir sozinha a grande missão para a salvação das almas.

 

A minha vontade está pronta mas à natureza, à pobre natureza, repugna tanto sofrimento; tenta muitas vezes dizer: não posso, não posso mais!

E é verdade, Jesus, que eu não posso. Mas podeis Vós! Sois Vós que sofreis, sois Vós que caminhais, sois Vós que levais e amais a cruz que me dais.

Eu não posso, eu não vivo, não sofro, não amo – eu não existo.

Mas sim existe o sopro da Vossa vida que por mim passa.

 

A propósito deste “sopro”, chegados a 1955, Jesus dir-lhe-á:

 

Tem coragem! Repete sempre o teu “creio!”. (…)

Este sopro já correu todo o mundo; por ti já (a humanidade) recebeu o sopro da graça, o sopro do amor.

Continuam ditosos os que se aproveitam dele.

 

E, voltando a 1949, Jesus reafirma:

 

É Cristo a viver em ti, a sofrer em ti, a amar em ti.

 

Vives em Cristo e para Cristo. Todo o teu viver é Cristo.

És a alegria e a glória do Altíssimo. Confia, confia, minha filha:

Eu trabalho e opero em ti grandes maravilhas para minha glória e para tudo reverter em favor das almas.

 

A Alexandrina teme sempre enganar-se sobre os seus fenómenos místicos, que não compreende e teme que sejam fruto de sua imaginação. Jesus assegura-lhe:

 

Não estranhes se não compreenderes a tua vida, porque é impossível à criatura humana compreender tal e qual é a vida divina: no Céu a compreenderás. No Céu verás sem dúvida que só de Mim viveste.

 

Minha filha, minha filha, que união a dos nossos corações! Nada há que nos separe.

Sofremos na mesma dor, amamos no mesmo amor: Eu sou um contigo. Vivo em ti a mesma vida que vivo com o Pai e como sou um com Ele.

Vim pelo Pai, em nome do Pai, à Terra a resgatar o mundo.

Tu, em meu nome, em Mim e por Mim, continuas a minha obra salvadora.

 

Contemplemos um êxtase de amor, com a transfusão de sangue:

 

Fiquei com a cabeça pousada no regaço de Jesus. Parecia-me estar no centro de uma fogueira imensa, infinita de amor.

Estas labaredas, este fogo penetrou em todo o meu ser. O meu coração e a minha alma tomaram uma nova vida.

Eu já não era eu: era só Jesus.

Senti-me como se ali adormecesse (...) (segue-se a transfusão).

Que dilatação eu senti (no coração)! O meu pequenino coração ficou grande como o Céu.

Não tive força para aguentar tanta grandeza.

- Jesus, Jesus, não posso! Não resisto à grandiosidade do vosso amor.

- Eu estou aqui, minha filha: comigo nada podes temer. Eu venço, Eu sofro, Eu amo em ti. Estás transformada em Cristo, vives a vida de Cristo, dás às almas a vida de Cristo.

 

Na união total, um é transformado no outro. Jesus, enquanto dá a gota de sangue, reforça mais uma vez a transformação:

 

Oh, maravilha! Oh, maravilha!

É Cristo a viver por ti, é Cristo a falar por ti, é Cristo a amar em ti!

É Cristo transformado em ti!

 

Dois corações num só coração – diz Jesus – incendiados numa só chama, enleados numa só cadeia de amor.

 

O trecho seguinte é um pouco um resumo e evidencia a generosidade do amor da Alexandrina para o seu Jesus, amor tudo oblativo:

 

- O meu divino Coração sofre pelo teu coração; o meu divino Coração ama pelo teu amor. Amo Eu e amas tu; tu amas com o meu amor, tu dás-te pelo meu amor; tu gastas-te, tu consomes-te por amor a Mim e por amor às almas.

Tu sofres e Eu sofro em ti. (...) Sofro em ti sem sofrer. Eu sou em ti a tua força. Tu sofres para não sofrer Eu. Tu amas para Eu ser sempre mais amado.

Toda a dor fica no teu coração, e a consolação e a alegria vêm ao Meu.

- Está bem, Jesus, sem dúvida. Com isto estou contente. Que sofra o meu coração para não sofrer o vosso são os meus desejos. Amar-Vos e consolar-Vos são as minhas aspirações.

 

Jesus exprime de modo admiravelmente incisivo esta forma de união:

 

Eu sou

a luz dos teus olhos,

o movimento dos teus lábios,

o amor e o Senhor do teu coração.

 

Mas recordemos sempre que a missão da nossa Alexandrina é a de vítima imolada, ou seja, a mesma do divino Cordeiro.

Eis quanto sente, já no fim de 1945, enquanto revive a Paixão no Horto, só na intimidade:

 

Eu era Jesus e Jesus era eu:

nós dois éramos

a mesma oferta ao Céu.

 

 

Publicado por Alexandrina de Balasar às 18:59

link da mensagem | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 23 de Junho de 2006

MONS. BERTONE, CARDINALE SEGRETARIO DI STATO

È una grande gioia per tutta la Famiglia Salesiana la nomina di Mons. Bertone a Cardinale Segretario di Stato.
Il Cardinale Bertone è porfondamente legato sia a Fatima (avendo curato la pubblicazione del terzo segreto e avendo avuto contatti diretti con Suor Lucia) sia a Balasar essendo un grande devoto ed estimatore di Alexandrina.
Preghiamo perchè la Vergine di Fatima e la Beata Alexandrina lo accompagnino nel suo non facile compito a servizio della Chiesa universale.
Con amicizia
don Pier Luigi

Publicado por Alexandrina de Balasar às 12:11

link da mensagem | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

BLESSED ALEXANDRINA SOCIETY

N.L. 50 (excerpts) - May 06

 

PEACE AND CHRIST BE WITH YOU ALL

 

Our Annual Visit to Knock

 

Our visit to Knock Shrine this year is on 1st July with Mass and Blessing of the Sick at 3.15pm in the Old Chapel. As usual we will meet at St. John’s Rest and Care Centre to organise Readers, Prayers of the Faithful and Offertory Procession. So please try and meet there before stations (2.15pm) and Rosary procession. After Mass we retum again to the Rest and Care Centre to enrol new members and meet old friends. St. Joseph’s Guest-house for people with disabilities is now under care of St. John of God (Hospitaller) Brothers.

 

Pilgrimage to Fatima (and Balasar)

 

11th-18th October spending a day in Balasar.

Saturday 14th with Mass and visit to Blessed Alexandrina’s house.

P1ease contact: Susan Lynch, 4 St Brigids Avenue Derry, BT48 7QT, N Ireland Tel: 04871269561

 

Francis (surely Francis Reynolds) is still very ill and asks all members to pray for him — his pain is very severe as he has broken a bone in his back. One can only imagine the excruciating pain he is suffering and how he endures so much illness is hard to understand. As I’ve often said he never complains — so we ask Blessed Alexandrina to once again intercede for him and for all members of the Society suffering pain.

 

Petitions

 

·        We pray for Father Marshall and ask Blessed Alexandrina to help him

·        For Nancy (Galway), to help ease her pain

·        Betty (Belfast), to intercede for all the family especially Lisa

·        For Mary Kate, hoping your back pain is better

·        Terry (Margate) asks Alexandrina to interced and help her get through this worrying time

·        For Mary Rose (Newry), asks for prayers for the famiiy

      We pray for peace in our families and our homes.

 

Little Words of Inspiration

 

(From the Rosary Letter)

A faithful friend is a sure shelter; whoever finds one, has found a rare treasure.

 

   Life is like a mirror.

   If you look at it and frown

   It will frown back at you.

   If you look at it and smile

   It will smile back at you.

 

We ask Blessed Alexandrina to intercede for all Society members and may God bless us.

 

    Sheila Reynolds

    (Secretary)

 

 

Blessed Alexandrina Society address:

 

32 Bridge Street, Belturbet, Co Cavan, Ireland     Tel. 049 95 22597

 

See also here:

 

http://alexandrinabalasar.home.sapo.pt/alexandrina_society.htm

http://alexandrinabalasar.home.sapo.pt/blessed_alexandrina_society.htm

 

Publicado por Alexandrina de Balasar às 09:22

link da mensagem | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

RELIGIOSOS DE VIANA DO CASTELO EM BALASAR

Os membros das diversas congregações religiosas e consagrados seculares que residem e trabalham na Diocese de Viana do Castelo, acompanhados do Bispo Diocesano, realizaram uma peregrinação a Balasar, para junto da Beata Alexandrina realizarem a conclusão das actividades pastorais do corrente ano pastoral.

Esta «peregrinação» aconteceu pouco depois do falecimento do Vigário Episcopal para os Religiosos, Mons. Joaquim da Costa Vilar, tendo os religiosos feito memória da sua habitual presença nestes encontros.

(Diário do Minho, 21 de Julho de 2006)

 

A imagem oficial da Beata Alexandrina é inaugurada no dia 13 de Outubro, data do seu falecimento, durante uma cerimónia que será presidida pelo Arcebispo de Braga.

Publicado por Alexandrina de Balasar às 07:44

link da mensagem | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 21 de Junho de 2006

ENCONTRO DE AGOSTO

Está a ser ultimado o programa para o Encontro de 5 de Agosto; logo que esteja concluído, será colocado aqui, em português e certamente também em inglês.

Foi contactado um sacerdote da Diocese de Palai ( http://www.palaidiocese.in/ ), do estado de Kerala ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Kerala ), na Índia - mas que presta auxílio no Patriarcado, em Lisboa, onde está incardinado como coadjutor - para fazer algumas traduções para o Sítio Oficial; a sua língua é o malaiala (veja como se escreve nessa língua: www.deepika.com ).
Essa colaboração só se tornará efectiva lá para o final deste ano.

 

Publicado por Alexandrina de Balasar às 11:24

link da mensagem | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 16 de Junho de 2006

MAIS LÍNGUAS NO SÍTIO OFICIAL

Por ora pouco mais é que um desejo, mas pode vir a concretizar-se brevemente a aspiração de incluir novas e importantes línguas no Sítio Oficial.

Já foram entregues duas páginas de texto para serem traduzidas para mandarim: uma curta biografia da Beata Alexandrina, mais dois pequenos textos.

Um devoto está a tentar que um sacerdote de origem indiana colabore na Página Mensal, traduzindo-a para a sua língua.

E pode ser que dentro de meses se consigam também algumas páginas em russo.

Publicado por Alexandrina de Balasar às 19:51

link da mensagem | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 13 de Junho de 2006

DIETRO UN SORRISO - Alexandrina Maria da Costa

 

Dietro un sorriso

Alexandrina Maria da Costa

Autori:

Amorth Gabriele

N.ro pagine:

144

Destinatari:

Adulti e terza età
Sacerdoti/Parroci
Religiosi/Consacrati

Collana:

Santi e figure della famiglia salesiana

Sezione:

Don Bosco e il suo carisma

Argomenti:

Biografie
Famiglia e luoghi salesiani

Data di pubblicazione:

11-05-2006

 

Descrizione

In questo testo Padre Gabriele Amorth, mariologo e noto esorcista, propone in modo avvincente e vivace la figura e la missione della Beata Alexandrina Maria da Costa (1904-1955), mistica portoghese e Cooperatrice salesiana La chiave di lettura della vita e della missione di Alexandrina è il suo sorriso che già aveva colpito Padre Amorth nei suoi pellegrinaggi a Balasar, luogo natale di Alexandrina. Un sorriso aperto e naturale che si ripete puntualmente in tutte le foto di Alexandrina. La presente opera è nata con l’intento di scoprire ciò che c’è dietro quel sorriso e di raccontare ciò che esso racchiude.

E’ la storia di una ragazza che a 14 anni si getta da una finestra per salvaguardare la sua dignità di donna e di figlia di Dio. Da questo momento inizia un calvario che porterà Alexandrina alle più alte vette della conformazione a Gesù Cristo, attraverso tre grandi amori. L’amore filiale per Maria Santissima: Alexandrina dal 1935 è la portavoce della volontà di Gesù nella richiesta della consacrazione del mondo al Cuore Immacolato di Maria, che verrà compiuta dal Papa Pio XII. L’amore e la preghiera per Gesù Eucaristia: prigioniera in un letto come Gesù nei tabernacoli, la sua esistenza diviene sempre più una continua adorazione e immolazione eucaristica. Trascorre gli ultimi tredici anni della sua vita con la sola forza del corpo e del sangue di Cristo. L’amore per la passione di Cristo che vive misticamente in modo sempre più intenso soffrendo i dolori delle stimmate, della coronazione di spine, della flagellazione, della morte in croce. Tutto questo la porterà a una crescente sete di anime. Aumenta in lei il desiderio di amare, soffrire e riparare in unione con Gesù redentore per la salvezza dei peccatori, irradiando con il suo sorriso ed il suo sguardo la vita divina su quanti la avvicinano e la invocano.

Segnala questo prodotto ad un amico

 

Publicado por Alexandrina de Balasar às 18:55

link da mensagem | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 11 de Junho de 2006

O DIA DA ALEXANDRINA NO SANTUÁRIO DE KNOCK

 

A ALEXANDRINA SOCIETY
CELEBRA O DIA DA ALEXANDRINA
NO SANTUÁRIO MARIANO NACIONAL DA IRLANDA

 

Quem consultar o "Pilgrimmage Diary" (Diário das Peregrinações) do site do "Ireland's National Marian Shrine" (Santuário Mariano Nacional da Irlanda) - http://www.knock-shrine.ie/diary/ - pode ver que no dia 1 de Julho próximo a "Alexandrina Society" vai celebrar aí o Dia da Alexandrina.

Vai estar lá o nosso colaborador Leo Madigan, que não perderá certamente a oportunidade para divulgar a Beata Alexandrina.

Sobre o santuário Mariano de Knock,  veja-se a página de abertura do respectivo site (http://www.knock-shrine.ie/) ou aqui:

http://en.wikipedia.org/wiki/Knock_Shrine.

 

A história de Knock começou em 21 de Agosto 1879 quando Nossa Senhora, S. José e S. João Evangelista apareceram na Igreja Paroquial. A aparição foi testemunhada por quinze pessoas.

 

A peregrinação pessoal do Papa João Paulo II em 1979, comemorando o centenário da aparição, inspirou uma devoção ainda maior no Santuário e endossou o selo indelével da aprovação de Vaticano. A mãe Teresa de Calcutá visitou o Santuário em Junho de 1993.

Milhão e meio de peregrinos visita anualmente o Santuário de Knock.

 José Ferreira 

Publicado por Alexandrina de Balasar às 12:48

link da mensagem | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 10 de Junho de 2006

SONETO

   Alexandrina

 

Um lírio de pureza… castidade

Que tanto amou, e só de amor vivia…

O bom Jesus na santa Eucaristia

Era a sua paixão e ansiedade!...

 

Levar a fé a toda a humanidade,

Um tal desejo ardente ela sentia…

Do seu leito de dor, lenta agonia,

Com tal resignação e humildade!

 

Pedindo ao Senhor mais sofrimento

Pelas almas… e Deus ouviu-lhe a voz…

Tantos anos sofreu, sem um lamento!

 

Ai, quantas vezes com Jesus a sós

Na Hóstia Santa… único alimento!...

Eleita do Senhor, roga por nós!

 

Deolinda Rodrigues, 6/8/1977

                                   (Boletim de Graças de Dezembro de 1977)

Publicado por Alexandrina de Balasar às 19:50

link da mensagem | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 2 de Junho de 2006

REUNIÃO

Está marcado para o primeiro sábado de Agosto o Encontro dos Divulgadores da Beata Alexandrina.

Da parte de manhã haverá um período de trabalho, seguido de almoço.

De tarde haverá também um conjunto de actividades, que ainda não estão bem definidas.

Aos participantes será enviado convite individual.

Publicado por Alexandrina de Balasar às 19:07

link da mensagem | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

- Pesquisar neste blog

 

- Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
19
21
22
23
24
26
27
28

- Mensagens recentes

- A ICONOGRAFIA DE CRISTO N...

- TRADUÇÃO PARA CHECO

- MAIS VÍTIMAS DA REPÚBLICA...

- RECENSÃO SOBRE O OPÚSCULO...

- A EDIÇÃO AMERICANA DO OPÚ...

- VÍTIMAS DA REPÚBLICA NA P...

- ICONOGRAFIA DE CRISTO

- OS PAÍSES QUE ESTÃO NO TO...

- O PÁROCO DA ALEXANDRINA N...

- RESPEITO DA ALEXANDRINA P...

- Arquivos

- Fevereiro 2010

- Janeiro 2010

- Dezembro 2009

- Novembro 2009

- Outubro 2009

- Setembro 2009

- Agosto 2009

- Julho 2009

- Junho 2009

- Maio 2009

- Abril 2009

- Março 2009

- Fevereiro 2009

- Janeiro 2009

- Dezembro 2008

- Novembro 2008

- Outubro 2008

- Setembro 2008

- Agosto 2008

- Julho 2008

- Junho 2008

- Maio 2008

- Abril 2008

- Março 2008

- Fevereiro 2008

- Janeiro 2008

- Dezembro 2007

- Novembro 2007

- Outubro 2007

- Setembro 2007

- Agosto 2007

- Julho 2007

- Junho 2007

- Maio 2007

- Abril 2007

- Março 2007

- Fevereiro 2007

- Janeiro 2007

- Dezembro 2006

- Novembro 2006

- Outubro 2006

- Setembro 2006

- Agosto 2006

- Julho 2006

- Junho 2006

- Maio 2006

- Links

- subscrever feeds